Praças e Monumentos em Buenos Aires - Argentina - Plaza Coronel Manuel Dorrego - Plaza General San Martín - Plaza Fuerza Aérea Argentina (ex-Plaza Britania) - Plaza Lavalle - Plaza de la República - Plaza Miserere - Plazas
 
 



Buenos Aires
 Introdução
 História
 Clima
 Cultura
 Antes de viajar
 Como chegar
 Locomover
 Hospedagem
 Passeios
   • Cassinos
   • Museus
   • Parques
   • Praças
   • Ruas
   • Shows de Tango
   • Teatros
 Locais interessantes
 Ao redor
 Compras
 Alimentação
 Dicas de viagem


Links e sites oficiais:
Site oficial da cidade de Buenos Aires

 
  Praças e Monumentos em Buenos Aires



O lazer nas praças da cidade de Buenos Aires vai além de sentar nos bancos e ler o jornal do dia. Muitas das praças servem de palco para manifestações políticas, esportivas e artísticas. Servem também para passar o final de semana com a família tomando sol e bebendo mate. Veja alguns exemplos:

Plaza Coronel Manuel Dorrego
Conhecida popularmente com o nome de praça Dorrego, é uma praça que oferece diversas atrações. Ao seu redor se encontram edifícios de até três andares do final do século XIX e início do XX, onde servem de instalações para restaurantes, cafés, bares, pubs, lojas de antiguidades e atelier de artistas. A praça de Dorrego também é um lugar de diversão. Shows musicais, bailarinos de tango, estátuas vivas se apresentam no local e aos domingos abriga uma famosa feira de antiguidades, a feira de San Telmo. A praça foi declarada Lugar Histórico em 1978.

Saiba mais sobre o bairro de San Telmo.
Saiba mais sobre a feira de San Telmo na página Compras em Buenos Aires.

Plaza General San Martín
Principal área verde no bairro de Retiro e local onde se encontram alguns dos monumentos históricos da Argentina. Entre os monumentos, há um eqüestre em homenagem ao General José de San Martín, considerado o pai da pátria na Argentina, e um aos mortos na guerra das Malvinas.

Monumento ao Libertador General San Martín:
Escultores: Luis José Daumas e Germán Eberlein
Construção: 1862

Monumento aos mortos em Malvinas:
Arquiteto: Andrés Morán
Erguido em homenagem aos mortos na Guerra das Malvinas que ocorreu em 1982. O monumento é formado por 25 placas de mármore negro com os nomes dos 649 combatentes mortos e por uma chama eterna. Todos os dias, às 8 horas da manhã, a bandeira argentina é hasteada.

Nos arredores da praça San Martín vemos também o edifício Kavanagh.
Edifício Kavanagh
Inauguração: 1936
Arquitetos: Gregorio Sánchez, Ernesto Lagos e Luís Maria de la Torre.

Monumento Histórico Nacional.
O Kavanagh é uma torre de 120 metros de altura, 32 andares e 105 apartamentos. Quando inaugurado, foi o prédio mais alto da América Latina e a maior estrutura do mundo em cimento armado. O estilo é realista e o prédio foi ganhador de numerosos prêmios nacionais e internacionais.

Plaza Fuerza Aérea Argentina (ex-Plaza Britania)
Localiza-se no bairro Retiro e possui um monumento que é conhecido como Torre Monumental ou Torre dos Ingleses.

Torre Monumental ou Torre dos Ingleses
Inauguração: 1916
Arquiteto: Ambrose Poynter
O monumento foi construído por residentes britânicos na Cidade de Buenos Aires para comemorar o centenário da Revolução de Maio. Quase todo o material e pessoal técnico para a construção vieram da Inglaterra.

Como chegar a Plaza Fuerza Aérea Argentina:
Ônibus - Linhas: 3, 5, 6, 7, 9, 20, 22, 23, 26, 28, 33, 45, 50, 54, 56,61, 62, 70, 75, 91, 92, 93. 100, 101, 106, 108, 115, 126, 129, 130, 132, 143, 150, 152.

Metrô - Linha “C” - Estação Retiro.
Trem - Linhas: Mitre, San Martín e Belgrano - Estação Retiro.

Plaza Lavalle
Existem na praça Lavalle vários monumentos, esculturas e árvores centenárias. Entre os monumentos, há um em homenagem a Juan Lavalle e outro em memória aos bailarinos do teatro Colón mortos em um acidente aéreo em 1971. Em frente à praça Lavalle, se encontra o edifício da Corte Suprema de Justiça da Nação Argentina, o mais alto tribunal de justiça da República Argentina, o teatro Colón, um dos teatros de ópera mais importantes do mundo e o teatro Nacional Cervantes, único teatro Nacional da República Argentina.

Saiba mais sobre o teatro Colón e o teatro Nacional Cervantes na página Teatros.

Plaza Miserere
Localização: rua Rivadavia junto à estação Plaza Miserere e estação Once no bairro de Balvanera.

Conhecida popularmente pelo nome de praça Once, devido à proximidade com a estação de trem, a denominação praça Miserere data de 1947. A praça Miserere foi remodelada com a construção da estação de metrô que passa por baixo da praça e em 1932, foi construído um mausoléu onde estão os restos mortais do primeiro presidente da Nação Argentina, Bernardino Rivadavia.

Como chegar a Plaza Miserere:
Metrô - Linha “A” – Estação Plaza Miserere
Trem - Linha: Sarmiento – Estação Once

     

Plaza de las Naciones Unidas (Praça das Nações Unidas)
Localização: avenida Figueroa Alcorta e Áustria, Recoleta

Nesta praça há uma bela flor metálica situada sobre um espelho d’água que recebeu o nome de floralis generica. O seu construtor foi o arquiteto argentino Eduardo Catalano. A flor possui um curioso sistema elétrico que abre e fecha automaticamente as pétalas dependendo da hora do dia e da condição do tempo. Durante o dia as pétalas são mantidas abertas e a noite fechadas, porém em algumas datas comemorativas as suas pétalas se mantêm abertas durante toda a noite.

Saiba mais sobre o bairro de Recoleta.

Plaza Intendente Alvear
Localização: em frente ao cemitério da Recoleta, a Basílica Nuestra Señora del Pilar e ao centro cultural Recoleta.

A praça Intendente Alvear também conhecida erroneamente como praça Francia, ficou famosa nos anos 60 por sua feira artesanal chamada popularmente de feira hippie. Atualmente além dos trabalhos originais, as barraquinhas exibem diversos tipos de mercadorias. Inúmeros artistas exibem os seus espetáculos para uma platéia que se reúne para apreciar as suas apresentações, bater papo e tomar mate no gramado da praça nos finais de semana.

Para saber mais sobre o cemitério da Recoleta, a Basílica Nuestra Señora del Pilar e ao centro cultural Recoleta na página do bairro de Recoleta.

Como chegar a praça Alvear:
Ônibus (colectivos) - Linhas: 5, 10, 17, 37, 38, 39, 41, 59, 60, 61, 62, 67, 75, 92, 93, 95, 101, 102, 106, 108, 110, 124, 130, 152.

Plaza de la República (Praça da República)
Localização: interseção das avenidas 9 de Julio e Corrientes.
No centro da praça da República se encontra o Obelisco de Buenos Aires.

Obelisco de Buenos Aires:
Inauguração: 1936
Arquiteto: Alberto Prebisch
Altura: 67.5 metros
O Obelisco é um dos símbolos arquitetônicos da Cidade de Buenos Aires, construído por um dos principais arquitetos do modernismo argentino que utilizou na obra pedra branca da província de Córdoba. A construção foi em comemoração ao quarto centenário da primeira fundação de Buenos Aires e freqüentemente é utilizado como local de reunião de diversas manifestações políticas, sociais e esportivas.

Plaza Italia (Praça Itália)
Localização: em frente ao Jardim Botânico, Jardim Zoológico e o prédio de exposições da Sociedade Rural Argentina.

O nome praça Italia se deve a instalação do monumento a José Garibaldi sobre um cavalo, inaugurado em 1904, obra de Eugenio Maccagnini. Há décadas os “mateos” — carruagens de passeio puxadas por cavalos — fazem ponto em frente à praça e ao zoológico e oferecem passeios pelos bosques e lagos de Palermo.

Saiba mais sobre o Jardim Zoológico e o Jardim Botânico na página Parques e Jardins em Buenos Aires.

Saiba mais sobre o bairro de Palermo.

Como chegar a Plaza Italia:
Ônibus - Linhas: 10, 12, 15, 21, 29, 34, 57, 59, 60, 64, 67, 68, 93, 95, 111, 118, 128, 141, 152, 160, 161, 188,194

Metrô - Linha: “D” - Estação Plaza Italia
Trem - Linha: Gral. San Martín - Estação Palermo

Onde passear em Buenos Aires
   • Cassinos
   • Museus
   • Parques e Jardins
   • Praças e Monumentos
   • Ruas e Avenidas
   • Shows de Tango
   • Teatros

Locais interessantes em Buenos Aires
   • La Boca
   • Palermo
   • Plaza del Congreso
   • Plaza de Mayo
   • Puerto Madero
   • Recoleta
   • San Telmo

Plaza de las Naciones Unidas no bairro Recoleta - Buenos Aires - Argentina